Descoberta surpreendente: Milhões de brasileiros têm dinheiro esquecido no PIS/Pasep esperando por eles!

Continua após a publicidade...

É importante lembrar aos trabalhadores que possuem saldo de cotas do Programa Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP) que eles têm um prazo para sacar esses valores, que se encerra em 5 de agosto. Uma maneira conveniente de realizar esses saques é por meio do aplicativo FGTS, pertencente ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, dispensando a necessidade de comparecer pessoalmente a uma agência bancária.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, aproximadamente 10,5 milhões de trabalhadores têm saldos disponíveis no PIS-PASEP, totalizando cerca de R$ 25,4 bilhões. É importante ressaltar que os titulares das contas têm direito a realizar o saque integral das cotas, e em caso de falecimento do titular, os beneficiários legais também podem sacar esses valores.

Continua após a publicidade...

Para ter direito ao saque das cotas, é necessário ter trabalhado com carteira assinada na iniciativa privada ou como servidor público no período entre 1971 e 1988, desde que ainda não tenha efetuado o saque desses recursos do PIS-PASEP.

Caso o saldo não seja sacado até o prazo estabelecido, ou seja, até 5 de agosto, os recursos serão transferidos do FGTS para o Tesouro Nacional. No entanto, os interessados ainda terão um período de 5 anos para solicitar novamente a retirada junto à União.

Uma informação relevante é que não é necessário comparecer a uma agência bancária para consultar o saldo disponível para saque ou para receber o valor correspondente às cotas do PIS-PASEP. O aplicativo FGTS, que pode ser baixado gratuitamente, oferece uma opção de consulta ao saldo disponível para saque dos recursos na própria tela inicial do aplicativo.

Se houver um saldo positivo, basta selecionar a mensagem “Você possui saque disponível” e, em seguida, clicar em “Solicitar o saque do PIS/PASEP” para efetuar a solicitação diretamente no aplicativo. O trabalhador terá a possibilidade de escolher entre a opção de receber o valor por meio de crédito em conta ou realizar o saque presencialmente. É necessário verificar e confirmar os dados antes de selecionar a opção “Confirmar saque”.

No caso da opção de crédito em conta, o valor será depositado em uma conta bancária de qualquer instituição financeira indicada pelo trabalhador, sem nenhuma cobrança adicional.

Para os casos de trabalhadores falecidos, os herdeiros têm a opção de acessar o próprio aplicativo FGTS e solicitar o saque na seção “Meus Saques”. Em seguida, devem selecionar a opção “Outras Situações de Saque” e escolher a alternativa “PIS/PASEP – Falecimento do Trabalhador”. É importante providenciar a documentação solicitada e confirmar a solicitação.

É válido mencionar que, caso o trabalhador se enquadre em qualquer outra situação de saque do FGTS e também possua conta PIS-PASEP, o saldo dessa conta será liberado juntamente com o valor do FGTS.

Para obter informações adicionais, os trabalhadores podem acessar o aplicativo FGTS ou entrar em contato pelos números 4004-0104 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 104 0104 (demais regiões).

8 comentários em “Descoberta surpreendente: Milhões de brasileiros têm dinheiro esquecido no PIS/Pasep esperando por eles!”

Deixe um comentário

Anúncios


0