É seguro ouvir rádio ou ligar a central multimídia durante uma tempestade com raios?

É seguro ouvir rádio ou ligar a central multimídia durante tempestades?

Especialista explica o que fazer em caso de estar dentro de um carro durante tempestades.

Existem diversas dúvidas e mitos sobre os raios, porém estar dentro do veículo é um dos melhores modos de se proteger contra raios e trovões.

Um dos mitos que causa estranheza e a de que ligar o rádio ou central multimídia seria seguro em dias com chuvas fortes.

Muitas pessoas ainda acreditam que objetos metálicos e eletrônicos podem atrair raios. Outros insistem que, mesmo em local protegido por paredes, portar objetos como tesoura podem ser atingidos por descarga elétrica.

É seguro ficar no carro durante tempestades?

Sim! Primeiramente, vamos acabar com este mito. O carro é um dos melhores locais para se proteger de chuvas fortes. O que não pode é estacionar o carro debaixo de árvores ou locais sujeitos a alagamento. Contudo, em relação a raios o veículo possui sistema que impede que a descarga elétrica atinja o interior do veículo.

O que acontece se o carro receber uma descarga elétrica

Em primeiro lugar, a descarga elétrica se espalha pela superfície externa do carro e, ao chegar nos pneus, é descarregada no solo. Por isso, ficar dentro do carro é muito seguro.

 “Quando um carro é atingido por um raio, as cargas elétricas se espalham por sua superfície metálica externa sem ameaçar quem está dentro”, diz o físico Adilson Gandu, da Universidade de São Paulo.

Ou seja, em dias com forte chuva, trovões e raios não há motivos para se preocupar com descargas elétricas estando dentro de um veículo. O carro funciona como uma espécie de “gaiola metálica” em que a lataria impede que carga elétrica penetre para o interior do veículo.

Portanto, pode ficar tranquilo quando estiver dentro do carro. Mas fique atento com árvores que costumam cair em carro em dias com muito vento.

Ouvir rádio pode atrapalhar?

Fonte: Freepik

Primordialmente, tenho que destacar o motivo deste questionamento. Anteriormente, os carros fabricados nos anos 80 e 90, eram fabricados com antenas bem extensas, ou seja, bem altas.

Considerando que o raio é atraído para o ponto mais alto dentro de uma região, o veículo realmente poderia ser atingido por um raio caso estivesse em um descampado ou região em que o carro seria o único ponto.

Enfim, mesmo nestes casos, os ocupantes do veículo estão protegidos. Contudo, se a antena tem algum contato exposto que leva para dentro do carro, este pode conduzir a carga elétrica. Apesar da baixa possibilidade de acontecer.

Central multimídia

Fonte: Freepik

Por outro lado, os carros mais novos que possuem central multimídia tem baixa possibilidade de serem atingidos com uma descarga elétrica decorrente de raio.

Ao passo que os carros mais novos não possuem antenas altas, alguns veículos possuem apenas um dispositivo parecido com uma “barbatana” de tubarão. Com isso, a antena não se torna um ponto de destaque para ser atingido por raios.

O que não fazer?

Você aprendeu que estar dentro do carro é sinônimo de proteção, porém, em determinadas situações você não está protegido.

Ficar com as mãos ou pés para fora do carro ou ainda estar do lado de fora do carro te coloca fora da “bolha” metálica de proteção.

Ademais, toda a proteção é realizada somente se as portas estiverem fechadas. Além disso, mantenha o teto solar fechado.

Fora do carro

Fonte: Freepik

Finalmente, se você estiver fora do carro, o melhor a ser feito é diminuir a sua exposição. Ou seja, ficar agachado e com os pés juntos.

Assim, o melhor a ser feito é se manter dentro do carro. No caso do veículo sofrer alguma descarga elétrica, manter a calma e abrir as portas somente após a tempestade terminar.

Fonte: Autoesporte

Super Abril

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.