Porque fazer polimento automotivo?

Polir o carro é uma ação importante no cuidado com o carro. 

O polimento agrega a estética do carro e auxilia na valorização do bem.

Entretanto, a maioria dos proprietários não sabe o momento correto de realizar o procedimento.

Ademais, muitas dúvidas surgem de como fazer e, também, quais os efeitos do polimento.

Sobretudo, o polimento feito em uma pintura já muito danificada, pode causar danos irreversíveis naquela lataria.

O que é o polimento?

Créditos: Divulgação/Freepik

Polimento é uma técnica que busca corrigir imperfeições superficiais na carroceria.

Em outras palavras, a técnica é destinada a corrigir riscos e danos mais simples preparando o veículo para receber outros produtos com objetivo de reestabelecer o brilho.

Além disso, o polimento é indicado tanto para carros recém pintados, em que a técnica será utilizada para corrigir eventuais irregularidades, tanto para tintas originais que estejam com danos decorrente da ação do tempo e/ou desgaste natural.

Sobretudo, cabe destacar, que os produtos e ferramentas utilizadas no processo tem certa abrasividade. Assim, a o vernir da tinta “sofre” o polimento em troca do brilho.

Quando realizar o polimento automotivo?

Créditos: Divulgação/Freepik

O polimento automotivo é indicado em algumas situações bem específicas, que iremos citar logo abaixo.

Antes de mais nada, cabe destacar que a consulta de um profissional da estética automotiva poderá auxilia-lo neste momento a escolher a melhor técnica a ser utilizada.

O visual do carro é completamente renovado através do polimento nos casos de ocorrência de manchas, riscos pequenos e superficiais na lataria, irregularidades no brilho, realçar o brilho do carro e dar acabamento em carrocerias recém pintadas.

Posso fazer o polimento automotivo em casa?

Créditos: Divulgação/Freepik

Pode, mas depende!

Em síntese, já falamos que o procedimento é abrasivo. Além disso, um equipamento é muito importante no processo: Politriz.

Esta máquina realiza o rotações em velocidade suficiente para preencher pequenos riscos, trazendo aspecto de liso na lataria.

Por isso, Infelizmente, realizar este processo simplesmente com as mãos não irá alcançar os resultados obtidos com máquina.

Ou seja, se você não tem condições de pagar pelo serviço ou de comprar uma máquina, o processo manual irá melhorar o aspecto de sua lataria, mas não alcançar os resultados da máquina.

Quanto tempo demora para realizar um polimento automotivo?

É muito difícil mensurar um tempo médio de liberação do veículo. Pois, até mesmo o design de cada carro pode aumentar o tempo gasto.

Carros com muitas curvas e “quinas” aumentam o tempo do serviço.

Ademais, ante de entrar, propriamente, no processo de polimento, é preciso limpar o o carro e deixa-lo seco.

Como alcançar um resultado impecável no polimento?

Créditos: Divulgação/Freepik

Certamente, o resultado estético no carro deve dar aquela impressão de: Uauu!

Mas para isso é preciso cuidado além da politriz, lixas e produtos.

Sem dúvida, um dos maiores cuidados é o isolamento de partes que não sofrerão o polimento.

Partes emborrachadas, faróis e paralamas devem ser isolados com uma fita, com a finalidade de proteger áreas que não serão alcançadas.

Qual a frequência de polimentos devo fazer?

Créditos: Divulgação/Freepik

Especialistas recomendam, no máximo, três polimentos automotivos durante a vida útil do carro, uma vez que cada polimento leva à perda de verniz e tinta.

Ou seja, só realize o procedimento quando realmente tenha necessidade. Ademais, faça o processo com um profissional especializado.

Se você realizar muitos polimentos, pode facilitar surgimento de queimaduras na pintura pela falta do verniz protetor.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.