Você sabia? Seu carro já foi modelo em Argila! Veja!

Você sabia que existem carros de argila? E que estes carros são extremamente importantes para as montadoras?

Hoje você vai descobrir que carros de argila são produzidos pela indústria automobilística com uma finalidade extremamente importante.

Ao mesmo tempo que a tecnologia se aprimora, alguns itens não são deixados de lado. Com isso, a modelagem de carros no processo de design ainda é uma importante etapa no processo de criação de um modelo novo.

Início de tudo

Créditos: Autoentusiastas

Acima de tudo, o processo de criação de um modelo de carro começa por esboços em papel, passando por uma modelagem 3D até chegar a modelagem através da argila.

Ou seja, antes de iniciar o processo de esculpir o veículo na argila, o projeto é totalmente modelado em computação gráfica. Só a partir daí avançar para a modelagem em argila

Mas porque Argila?

Créditos: Carrobonito.com

Então, a argila utilizada para esta modelagem não é a argila comum. O material utilizado é conhecido como Clay. Assim, o material constitui de uma argila plástica sintética em que é possível realizar uma reprodução ultra realista.

Enfim, o metal não tem flexibilidade e maleabilidade suficiente para desenvolvimento de detalhes de design, com isso, a argila continua sendo a melhor maneira de reproduzir o modelo em detalhes.

Além disso, a argila permite que os designers voltem e façam mudanças rapidamente. Por outro lado, a utilização de impressão 3D ou outro mecanismo atrapalha o aprimoramento do projeto.

Com isso, os escultores melhoraram tanto o trabalho realizado que é notório a evolução da segurança e estabilidade nos veículos. E, ainda mais, a redução do atrito com ar, ou seja, evolução da aerodinâmica.

Primeiro protótipo

Após a passagem do desenho à mão e modelagem computacional, o carro é modelo em proporções menores. Ou seja, o carro é modelado como se fosse uma miniatura, porém, com um tamanho em que é possível reproduzir todos os detalhes.

Ademais, esta versão, geralmente, é formada por uma escala três vezes menor que o tamanho real de um veículo.

O trabalho

Os profissionais que atuam nesta etapa são verdadeiros artistas. Do mesmo modo que a tecnologia evoluiu, os designers e escultores evoluíram técnicas e processos de trabalho.

Com isso, o resultado apresentado por estes profissionais é bem realista! 

Enfim, testes de efeitos de sombras, de luzes e da viabilidade técnica são realizados nesta fase.

Ecologicamente correto

Créditos: Designboom

Antes de tudo, todo o processo é possível a reutilização e baixa produção de lixo. Sobretudo, toda a argila  pode ser levada ao forno para suavizar o material reutilizá-lo. Em seguida, o material pode ser reutilizado para o desenvolvimento de um novo modelo.

 Por último, ao utilizar a argila evita-se o uso de materiais que teriam que ser descartados em aterros sanitários ou que pudessem contaminar o solo de alguma maneira.

Modelagem do Interior

Todo o espaço interno do carro também é modelado com a argila Clay. 

Ademais, especialistas salientam que a modelagem em argila é primordial. Apesar da criação tecnológica em computação gráfica, nada substitui o toque e o olhar. Com isso, depois da modelagem de argila pronta, os especialistas fazem diversos testes, incluindo o toque, sensação de espaço e outros que somente em um protótipo é possível.

Por último, visualizamos o uso da argila no processo de fabricação automobilística. Uma curiosidade que muita gente nem fazia noção que era realizada.

Fonte: Carro Bonito

Lincoln

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.